Embora eu não saiba usar de meias palavras, as vezes eu digo 'não' querendo dizer um 'sim'. Às vezes eu preciso da sua atenção. Às vezes preciso que você me olhe. E me olhe de novo! Às vezes, só às vezes, eu preciso que você me ame. E preciso sentir que, por um instante que seja, é só em mim que você pensa. Embora eu não saiba usar de meias palavras, às vezes eu queria que você percebesse os sinais que transmito com o olhar, ou com uma roupa, ou com uma frase aparentemente sem sentido. Sabe, às vezes eu preciso de você no meio da madrugada. Às vezes preciso daquele 'bom dia' através de uma tela que seja, pra que eu me sinta melhor. Embora eu não saiba usar de meias palavras, às vezes eu uso de desculpas só pra ouvir uma voz que seja, e quem sabe ouvir um 'tô com saudade' do outro lado. E, às vezes brincando, falo as maiores verdades sem que você perceba. Às vezes, eu simplesmente preciso de você, ainda que eu não pudesse precisar. Embora eu não saiba usar de meias palavras, tem certas coisas que não posso te dizer com palavras inteiras ;x



___________________________________________


"O amor é o ridículo da vida. A gente procura nele uma pureza impossível, uma pureza que está sempre se pondo, indo embora. A vida veio e me levou com ela. Sorte é se abandonar e aceitar essa vaga idéia de paraíso que nos persegue, bonita e breve, como borboletas que só vivem 24 horas. Morrer não dói".


___________________________________________



Sei lá se a ficha ainda não caiu, ou se realmente tô bem mesmo. Prefiro acreditar na segunda opção =)
Não vejo a hora disso tudo acabar (...)



Eu estou exatamente onde Deus quer que eu esteja!
Paz e Bem!

Ouvindo: " A Seta e o Alvo" - Paulinho Moska

1 comentários:

Alinee disse... Responder

Você tá Bem! Tbm prefiro a segunda opção! ^^

E sabado ein?? uHuhuHuHUhUh
Olha a furação de zoio ein HUAEhAUEhAEh ;x

Te Amo

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.