"Eu me tornei o que sou hoje aos doze anos, em um dia nublado e gélido do inverno de 1975. Lembro do momento exato em que isso aconteceu, quando estava agachado por detrás de uma parede de barro parcialmente desmoronada, espiando o beco que ficava perto do riacho congelado. Foi há muito tempo, mas descobri que não é verdade o que dizem a respeito do passado, essa história de que podemos enterrá-lo. Porque, de um jeito ou de outro, ele sempre consegue escapar. "
de O Caçador de Pipas

2 comentários:

Kelly disse... Responder

O que dizer desse livro?! Emocionante seria pouco para descrevê-lo. Você leu Cidade do Sol do mesmo autor? Eu sugiro.

Otimo fim de semana Gabi!

Beijo

Silvana Alves disse... Responder

o livro é excelente..
e concordo.
o passado escapa e aparede em nossas frente do nada

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.