Pra sempre


Não precisava de muito para ser feliz. Apenas um colchão menor que a cama, um lençol limpo, um domingo, e o seu edredom para cobrir todas as incertezas. Eu esperava o ‘pra sempre’ chegar, e ele veio. Dessa vez acabou. Pra sempre. Por uma bobagem qualquer, como eu sempre suspeitei que seria. Junto, decretando o fim, veio aquela palavrinha que sempre dizem para a gente não dizer: Nunca. Nunca mais vou estar em uma daquelas manhãs que começavam bem antes do previsto, com um beijo sem dente escovado e uma animação que ia além da minha cara amassada e do meu cabelo desarrumado. Você estava ao meu lado mesmo quando eu cantava errado, dirigia errado, falava com voz de criança e perdia o tom. Estava também quando eu tinha medo (e eu tinha muitos e de muitas coisas, até de mim, ou principalmente disso.); quando eu queria me esconder do mundo, e de mim mesma; quando eu me mexia demais na cama e te tirava o sono; e quando eu sofria de uma saudade súbita das coisas que não voltam mais. Era você, só você; que media o número do meu pé na palma da mão; que me dizia que eu era capaz de aprender qualquer coisa, e me ensinava tudo; que me enchia e me preenchia de amor e de você; e que me tirava do chão por horas, e dias, por todos esses anos e talvez pra sempre. E olha o ‘pra sempre’ aqui de novo, de novo e mais uma vez. Assim como essa história reticente na minha vida, mas eu preciso decretar o fim, definitivamente. Preciso de um ‘nunca’ pra sempre. Preciso de um 'pra sempre' que nunca acabe. Preciso de certezas, de presente e do absoluto. Preciso refazer o caminho para ver se eu descubro onde foi que eu me perdi, em que momento, em que altura, em qual atalho. Existem histórias que terminam assim: sem beijos doces, sem sorrisos gratuitos, sem final feliz. Existem histórias de amor sem aquele lindo desfecho com fogos de artifício, borboletas na barriga e lágrimas de emoção. Existem histórias de amor que simplesmente terminam, sem que nem mesmo termine o amor.





***





Aproveite o seu dia como se fosse a sua última chance. Nunca se sabe quando realmente será.




Paz e Bem!

53 comentários:

disse... Responder

Ai que triste... é veridico isso???

bjos

Thais Motta disse... Responder

feito pra mim ..

perfeito demais teu texto .

Adorei .

Nicole Gica disse... Responder

puta merda, Gabi... pior que eu sinto a mesma coisa... situacao complicada essa e eu sei como 'e isso... parabens por ter conseguido transformar tudo isso em palavras

TOTY disse... Responder

Triste...mas, lindo...Amei seu blog! beijo grande

Flor disse... Responder

Ai Gabi, que LINDO! Eu entendo tudinho que você escreveu, mas passa né? SEMPRE passa!

Você pode me ligar quando quiser boba, e mandar sms tb :D
O resto não!! AH, ele tb pode :x rs

Beeeeeeeijo, adoro você já to com saudade.

Simone Teixeira disse... Responder

Oi Gabi!

Fiquei muito feliz com a visita 'dupla'! Que bom que gostou do blog... Dá uma xeretada lá, tem textos antigos que eu gosto bastante.

O seu post de hoje é triste, mas a gente sabe que histórias de amor acabam para que outras possam acontecer... Né?!

Fique firme. Pense que o 'pra sempre' tem que durar o tempo que é possível, como bem disse Vinicius de Moraes... 'Que seja eterno enquanto dure'.

um beijão, volte sempre!
Si

Fernanda disse... Responder

Me lembrou Kassia Eller quando dizia: que o pra sempre sempre acaba
me lembrou também Vinicius de Moraes: que seja eterno enquanto dure

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse... Responder

Perfeito teu texto, embora meio triste. Mas a vida é assim, neh? Como vc disse, nem sempre há finais felizes*

Felipe Braga disse... Responder

O final é uma bela mensagem.
Adorei lê-la.
Beijos.

Mariana Andrade. disse... Responder

o nunca e o pra sempre. não gosto de nenhum dos dois. mas é incrivel como o que a gnt nao quer que venha, chega com maior intensidade.

se for verídico, pêsames.
mas sempre melhora, isso eu afirmo.
lindo blog, vou seguir ;*

meus instantes e momentos disse... Responder

um pouquinho triste, mas bonito de ler.
Maurizio

TOTY disse... Responder

Oi Gabi...tbm estou te seguindo...Beijo grande e obrigada!

Tiago F. Moralles disse... Responder

E às vezes também não existem histórias de amor.

João disse... Responder

"o pra sempre, sempre acaba".. ahh.. e tem coisas q a gente não pode dizer mais nada.

Srta Laís disse... Responder

É tão difícil o fim! Dói tanto! Estou tentando evitar essa momento... falta coragem pra dizer: " Nunca mais!"

Lucas Lima disse... Responder

triste, realmente o pra sempre não é a gente que faz né, tudo depende, rs, eterno? só enquanto dura mesmo... rsrs
bons dias

Rosângela Cunha disse... Responder

Existem histórias que muitas
vezes "precisam" ter um fim,
mesmo existindo amor...
Existe sempre uma razão,
isso é certo, "pras coisas
feitas pelo coração"...

Lindo texto, doeu aqui!

Ana Paula disse... Responder

"Existem histórias de amor que simplesmente terminam, sem que nem mesmo termine o amor."
Lindoooooo! *_*

Michele Hubner disse... Responder

tem selo no blog pra vc...

Tais Cruz disse... Responder

Eu estou com você!
Confesso que achei o texto um pouco triste, mas com um tom de alívio... Amo você, Gabi!
E estou com você (de novo)!

PS: Estou mais no Twitter do que em qualquer outra coisa (?!)

Beijos e até hoje à noite!

Ricardo e Fran disse... Responder

Tá, se a intenção era fazer os leitores chorarem, comigo você conseguiu...
Eu quero um pra sempre, mas já sei de ante mão que ele não existe, então eu espero chegar o mais perto possível...

Beeijos!

Ricardo e Fran disse... Responder

Tá, se a intenção era fazer os leitores chorarem, comigo você conseguiu...
Eu quero um pra sempre, mas já sei de ante mão que ele não existe, então eu espero chegar o mais perto possível...

Beeijos!

Ricardo e Fran disse... Responder

Tá, se a intenção era fazer os leitores chorarem, comigo você conseguiu...
Eu quero um pra sempre, mas já sei de ante mão que ele não existe, então eu espero chegar o mais perto possível...

Beeijos!

Marcelo Mayer disse... Responder

olá!
obrigado pela visita! mesmo!
vc conseguiu fazer em palavras toda vontade de sair de uma liberdade que te prende

belo!

marieamorim disse... Responder

Estou saindo daqui com uma leveza na alma. Adorei cada palavrinha. Me fez tão bem... Estou seguindo, meu coração pede...
até

Andrea Carolino disse... Responder

Lindo esse texto!!

Não sei pq, mas lembrei daquele trechinho de uma música de diz assim "Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar. Que tudo era pra sempre, sem saber, que o pra sempre. Sempre acaba."

Bjos

Thais Motta disse... Responder

Tem selinho pra vc no meu blog .

Passa lá depois .

Um beijo ;*

Felipe disse... Responder

Já mandei mil cartas pro Aurélio, mas eles não corrigem. "Sempre" é obviamente sinônimo de "Nunca", mas ninguém quer acreditar em mim. Insistem em dizer que é antônimo, vê se pode!
Texto incrível, como sempre (nunca?).
E obrigado por me adicionar no Orkut ^^

bjos

Deni Maciel disse... Responder

uma vida.
simples.
e "gostosa"
textualidade concisa e sentimentalemmtne perfeita.
o//
abraço
ótimo fds imendado.
=]
com bruxas e finados.
ou seja..o Jason Vorhees numa vassoura...
ou a hebe camargo fazendo uma poção magica pra rejuvenescer...
...
em breve:
Pastormentado e o video game =O

Erica Ferro disse... Responder

Realmente, Gabi. Nem sempre o final é tão doce como o amor que se sente. Às vezes termina assim, de repente. :S

Lindo e triste seu texto, ao mesmo tempo.
Adoro seu modo de escrever, já repeti isso muitas vezes, mas nem me canso.
Parabéns.

Fico muito feliz com seus comentários no meu blog, saiba disso mais uma vez.

Beijo.

Marcelo Novaes disse... Responder

Exato.




O negócio é assimilar o fato.






Beijos,









Marcelo.

railer disse... Responder

falei recentemente no blog sobre o 'pra sempre'. fala a pena ler lá.

obrigado pela visita ao figura220!
beijos!

Márcia Amaral disse... Responder

" Você estava do meu lado mesmo quando eu cantava errado, digitava errado, falava com voz de criança e perdia o tom. " nossa, foi a melhor parte, isso foi pra minha comunidade, pro meu subnick do msn, pro meu twitter e pra minha angenda HAUFAHFU, sério, me endentifiquei bastante com essa parte.

'Ariane .( lla Belle )' disse... Responder

Aiiiiiiiii, triste demais, só que adoro o que vc escreve, tudinho,

beijos

Quer mudar? Comece por você! disse... Responder

Oi Gabi!
Tenha um ótimo feriado apesar de ser um dia triste, afinal lembrar daqueles parentes e amigos que já se foram é ruim e bom por causa das lembranças...
Tem selinhos para vc no meu blog.
bjs

Lunna disse... Responder

Vc escreveu minha história??? hahaha

Porque definitivamente... foi feito pra mim...


;*


p.s.: gostei muito do seu blog. De verdade. To seguiindo;

Dany disse... Responder

Texto lindo, lindo, lindo.

Vivi um amor que acabou assim, sem um final feliz.
E eu só comecei a dar valor qdo eu perdi. =/
Tarde d+...

Mais uma vez, parabéns pelo texto, vc escreve muito bem. Já tinha passado por aqui mais vezes, mas nunca havia comentado.
Dando uma "fuxicada" no meu blog(q tenho em parceria com a Joyci) vi um coment seu que nunca retribuimos, nos perdoe?!...

Beijos Mil.

Vinícius Magalhães disse... Responder

Nunca havia visitado seu blog antes e, quando por algum acaso o faço, me deparo com esse texto perfeito.

Está muito bom. Parabéns

Lua disse... Responder

Nossa que esse texto me tocou, me vi em alguns momentos nele. Lindo!

Beijos!

Mariposa Louca disse... Responder

Gostei do seu blog
do texto
:)
bom feriado
beijos

Silvana Alves disse... Responder

trsite sim...
mas é uma história de vida, e nem todas são felizes, mas creio que o final de todos sejam felizes

Flor disse... Responder

VOLTEIIIIIIIIII =D

Fernada M. disse... Responder

Nossa, muito muito muito lindo. Chorei T.T
Perfeito o texto meus parabéns !

Marina Flores disse... Responder

ficou lindo o texto... as vezes a gente não espera que algo termine, o amor continua dentro da gente junto com as lembranças e o que a gente tinha simplismente acaba
beijos

Mary disse... Responder

Caraca.... Perfeito o texto.
Primeira vez visitando teu blog e já adorando. Quanta sensibilidade. Quanta doçura. E essa última frase, então... Nossa que delicadeza. Virei leitora assídua, viu. hehehe

Bjss
Até Mais

O Profeta disse... Responder

Frias pedras, negro basalto
Sentinelas do receio à tempestade
Testemunhas da viajem do tempo
Cobertas de sal, guardiãs da verdade

Mas, não há duas reais verdades
Não há rios que correm para o alto
Não há amor num coração que mente
Não há ternura sem viver o momento


Vem viver a minha cidade inventada


Doce beijo

Anônimo disse... Responder

lindíssimos seus textos. sempre q dá apareço por aqui. Espero que esteja bem! ;*

Babado de menina, disse... Responder

Um dos textos mais lindo que ja li! =)
;***

Kelly disse... Responder

Perfeito! Lindo demais, como sempre!

Beijo Gabi
=*

Pequena :) disse... Responder

Sempre tão bom ler as coisas que você escreve, Gabi.
Escrevi pra Nanda, do sopa... quer correr pra lá?

Flor disse... Responder

Eu agradeço por msn, por sms, por orkut e aqui tb! Obrigada pelas suas palavras e pela sua preocupação, isso faz com que eu me sinta menos 'boba' diante da situação e me sinta feliz por conhecer alguém que ainda acredita nos sentimentos que acredito. Você não sabe como é já é importante pra mim .

Beijão :*

Lu disse... Responder

Me identifiquei muito com essa parte:

“Preciso refazer o caminho pra ver se eu descubro onde foi que eu me perdi, em que momento, em que altura, em qual atalho”

Adorei aqui, voltarei outras vezes ok? ;)

Boa semana!

Beijos.

. disse... Responder

E existem histórias nas quais TUDO acaba.

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.