Breve

Acho que terei que discordar de Cazuza. Eu não quero a sorte de um amor tranqüilo, eu quero um amor avassalador, que me coloque borboletas no estômago e que não me deixe dormir pela urgência em vivê-lo.



29 comentários:

Roberta disse... Responder

Sem dúvida. Melhor pedida não há. Eu também quero um assim!

Lindo feriado!
beijão!

Flor disse... Responder

Acho que eu me encontrei.
E logo, sei que vcê vai estar se desmontando em desespero, por um amor muito bom.

Adoro, sempre .

Carlinha disse... Responder

Onde assino gabi??!
Por que eu também estou querendo!! =D

=*

Mandy disse... Responder

Viver um amor avassalador é uma das melhores coisas que existem, mas claro que tem o seu lado ruim tambem. Sofremos até não aguentarmos mais, choramos até as lágrimas não conseguirem mais sair... Enfim, pra mim vale a pena viver um amor assim com aquele que realmente merece todo o meu amor. :)
Beijoos
Mandy

Pequena :) disse... Responder

Sabe o que eu não consigo entender? Como você consegue escolher o conjunto perfeito: feito de palavras perfeitas e a imagem perfeita, na dose perfeita.

Ah, Gabi... sou sua fã.
Mas, Cazuza não foi errado em desejar a sorte de um amor tranquilo. É que às vezes o coração cansa de tanto desespero e sufoco.

Priscila Rôde disse... Responder

Nem eu quero a sorte de um amor tranquilo. Não pelo amor, pela sorte mesmo..

Dany disse... Responder

Ai Gabizinha, estou na mesma. Também ando querendo um amor avassalador, quero amar loucamente, quero acordar e dormir pensando em uma pessoa.

Só concordo com o Cazuza se o amor tranqüilo a que ele se refere quer dizer: paz, confiança e fidelidade. Sem as loucuras de um ciúme descontrolado.

Amar é bom né?!

Beijinhos Mil.

Srta Laís disse... Responder

Concordo concordo!Um amor que ocupe muito muito espaço, tome conta de todos os cômodos, arranque telhados e derrube paredes!

'Ariane .( lla Belle )' disse... Responder

Gente, como sinto falta das suas postagens, milbeijos!

Erica Ferro disse... Responder

Eu quero um amor tranquilo, já quis muito amores turbulentos. Cansei de querê-los; assim, talvez, os tenha em breve.

Belo!

;*

cust disse... Responder

amores avassaladores em que a malícia se confunde com o desejo e ao mesmo tempo, em um mix inesplicável temos o respeito e o caráter da ambas as partes!

think about it!!


bjsssss

.Intense. disse... Responder

Fica a pergunta: o que chega avassalador, tirando o sono, com a urgência de acontecer, será amor ou será paixão?


E, como diz o mago, paixão é algo bom, divertido, e que vale mto a pena de se viver...mas é diferente do amor - e o amor não merece ser trocado por nada.

;)


ps.: confesso q nunca entendi essa música.

Luciana disse... Responder

Tranquilo, turbulento, avassalador... a essa altura qualquer um tá valendo. rs

Poupée Amélie™ disse... Responder

Lindo post. Doce blog.

Eu também quero um amor assim, que me coloque de ponta cabeça, que me vire do avesso!

BjO*... sigo-te!

;)

Flor disse... Responder

Meu amor, sua pergunta me fez ir procurar pelo seu primeiro comentário no blog, e eu achei :D

"Gabriela Castro disse...
Olá! Estou passando para retribuir a visita.
Realmente tem dias que as palavras somem, não é?
Acontece que elas tem vida própria e vontade própria. Vem e vão quando querem ;)
Gostei muito daqui.
beijão ;*

22 de abril de 2009 15:09"


22 de abril, foi nesse dia que iniciamos contato e aos poucos nos tornamos amigas :D e gosto de você demais, minha florzinha s2.

Flor disse... Responder

Meu amor, sua pergunta me fez ir procurar pelo seu primeiro comentário no blog, e eu achei :D

"Gabriela Castro disse...
Olá! Estou passando para retribuir a visita.
Realmente tem dias que as palavras somem, não é?
Acontece que elas tem vida própria e vontade própria. Vem e vão quando querem ;)
Gostei muito daqui.
beijão ;*

22 de abril de 2009 15:09"


22 de abril, foi nesse dia que iniciamos contato e aos poucos nos tornamos amigas :D e gosto de você demais, minha florzinha s2.

Felipe disse... Responder

Discordar de Cazuza é ter coragem, vamos admitir. Não sei o que eu prefiro, mas também não importa; acho que não vão me deixar escolher.
Texto breve, ideia longa. Adoro.


beijos

Joy disse... Responder

Sabe, eu gosto de amores tranquilos.

Gabriela, teu blog é muito delicado. Amei!

Vou te linkar.

Beijos!
Linda semana!

Naty Araújo disse... Responder

Adorei, adorei...
Acho que vou ter que concordar com vc, de fato!

Beijos... Blog lindo!

Mariana Lopes disse... Responder

Isso mesmo, aquele amor que mude as coisas ao nosso redor. Que nos faça, a cada dia, ver o mundo como se fosse algo novo.

Pati disse... Responder

Eu também quero isso. E muito.

Silvana Alves disse... Responder

qual será a sensação de se ter borboletas no estômago???
eu só quero um amor pra mim, e mais nada!!!

MAGALHÃES, Vini disse... Responder

Tá certa, tá certa.

E agora que você falou, me deu uma saudadezinha dessa sensação. =)

hausha

Um beeijo!

TOTY disse... Responder

Tudo lindo como sempre! Beijo flor!

Erica Ferro disse... Responder

Gabi, passando pra te reler e deixar um beijo. ♥

Solange Maia disse... Responder

ai Gabi....

só você para me fazer entender o avesso das palavras de Cazuza que eu tanto amo...

suas palavras são ainda mais bonitas.

beijo

Srtª Elis° disse... Responder

ahh eu tb quero mais com sorte....srsrsr


xero flor to te seguindo......




aqui e bom demais..!

Renata Cecconello Mônego disse... Responder

Vivo um amor avassalador. As vezes machuca bastante, mas um amor tranquilo remete a rotina. Meu amor é no meio do vendaval, eu eu gosto. Adorei o blog, estou seguindo. Bjos

Renata Cecconello Mônego disse... Responder

Este comentário foi removido pelo autor.

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.