Mãe


De grão em grão, de passo em passo, de sempre em sempre. Na próxima vez te faço minha, se eu tiver a chance. Estou tentando, desesperadamente, negociar com Deus “todo tempo do mundo”. Eu troco todos os meus amanhãs por alguns ontens seus, que é pra ver se dá pra resgatar algumas existências, tão perdidas quanto a minha. Desde que você se foi, o desassossego tomou conta do meu peito. Chegou, se instalou e não vai embora nem com ordem judicial. Eu não sei sobreviver. Tem uma vida no meio da minha saudade. Tem uma menina que mora no meio do amor imensurável que eu sinto por você. E cresce. E sofre. E sangra. Tem uma ausência ensurdecedora no meio do silêncio dos meus dias. E grita. E sente falta. E quer ser “nós” de novo. Olha pra mim e me salva?


















"E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz"
Tati Bernardi






Paz e Bem!

9 comentários:

Rafaelle Melo. disse... Responder

"Olha pra mim e me salva?"

Tem preces que só mãe para escutar com intereza. Essa é uma!

Beijo meu!

Silvana Alves disse... Responder

oh, Gabi...
lindo e sincero o que escreveu. beijos linda

Thaisa Schelles disse... Responder

Muito comovente seu texto querida...
Muita de nossas mães reside em nós!

xD

*Maluh Mah* Marinha Luiza disse... Responder

Sempre me emociono ao passar por aqui...

Lena Barbosa disse... Responder

Desde que descobri o blog sou visitante frequente, mas que isso: sou sua fã, no mais rico sentido que essa palavra pode ter!
Você escreve com a alma, relata coisas que só ela, alma, sente, sabe e sofre!

Costumo brincar que somos alterego uma da outra, nossas histórias se confundem...

Parabéns por tamanho dom!
Beijo no coração!

Shuzy disse... Responder

Qualquer coisa que eu escreva não vai conseguir transmitir o que senti.

Tão lindo!

Pequena :) disse... Responder

Terminei de ler, arrepiada! Meu maior medo é esse. :/
Caramba, Gabi. Eu sei que palavras, nessas circunstâncias, não são de conforto quase algum. Mas, eu sei também que de onde ela estiver, ela está cuidando de você.

Beijo!

Jessie ❥ disse... Responder

Aiiiiiiiiiiiiiiin que texto lindos, que sentimentos lindos...

Sol Sobreira disse... Responder

Tudo que tenho sentido.
Eu naum tenho conseguido sorrir pro hj pq axo que os motivos dos meus sorrisos ainda estah no ontem...
Bom demais te ler. Esse texto foi como uma extensão de mim.

Abraço, querida.

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.