Dose de mim


Eu não sei amar manso, gostar devagarzinho e nem ser aos poucos. O meu copo está sempre cheio, seja do que for. Meus sentimentos chegam fazendo estardalhaço e com direito a música-tema. Sou muito, o todo, o completo e mais um pouco. Ainda que me engarrafassem, eu estaria inteira em cada gota. Quer uma dose? Mas, de antemão aviso: eu devo ser mesmo um porre. Só lhe garanto, meu bem, que a ressaca é de poesia e que coisa melhor não tem. Um brinde a todos aqueles que têm coragem de sentir, de amar e de se entregar. 









Paz e bem!

6 comentários:

Carlinha disse... Responder

o problema é que nem sempre a gente acha o completo e o todo, ultimamente tenho achado mais vazio e "meia boca" e o pior é encontrar isso em nós mesmos, ou na realidade, a falta de algo!
beijo moça e uma semana de completude pra todos nós...

Make by Fúlvia disse... Responder

e as fotos dedicadas heim? Vamos ou não fazer?

Marli Santana disse... Responder

Este comentário foi removido pelo autor.
Marli Santana disse... Responder

Olá Gabriela

AMEI seu blog, já estou seguindo...
também adoro escrever, mas há pouco tempo resolvi publicar algumas citações e poemas meus...
Te convido a dar uma passadinha e peço até sua opinião, pois ainda estou começando nessa prazerosa arte de escrever e caso você goste ficarei imensamente feliz em tê-la como seguidora...
Este poema DOSE DE MIM, tem tudo a ver comigo, adorei. Posso publicá-lo no meu blog? com os devidos créditos é claro...
Beijos
Marli Santana
marlisantana.blogspot.com
Janelas da Alma

A VIDA É UM ETERNO APRENDIZADO disse... Responder

Olá!
Foi um grande prazer conhecer seu blog.Aproveito meu tempo para navegar e ler textos e poemas feitos por pessoas que gostam de escrever.
Que bom que você é uma delas.
Grande abraço
se cuida

Thaisa Schelles disse... Responder

Que fofo... eu também só sei ser, se for pra ser inteira.

Beijos, boa semana.

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.