Duração


Não, eu não posso levar isso adiante, porque eu não consigo te olhar despretensiosamente. Eu te olho com olhos de devoção, de quem deseja estar junto quando a luz apagar e quando o sol acordar. Eu te olho como quem espera a ligação na madrugada, o almoço de domingo, a viagem no feriado e as mãos dadas. Eu queria que fosse leve e não breve, pois ando desejando ser durante e depois também. E, se não fosse tarde, eu te pediria assim - com a cara mais lavada do mundo: Se demore em mim? 









Texto escrito em janeiro/2013.

10 comentários:

Maíra K. disse... Responder

É muito triste e difícil quando somos impedidos de olhar assim, tão intensamente, para alguém, seja por qual motivo for.

chay neves disse... Responder

Lindo Lindo lindo ...tudo haver com meu momento...Gabi, parabéns pela maestria com as palavras!!!! :)

Carlinha disse... Responder

Tava sentindo falta dos textos aqui!!
Posso pedir com a cara mais lavada do mundo: - não demore em postar! -
beijos moça!

Poeta da Colina disse... Responder

O olhar sempre quer.

Alexia Beatriz disse... Responder

Gabriela, amo seu textos. Você põe paixão em tudo que escreve. Parabéns.*Nova leitora aqui, e já amando. :)

Dani disse... Responder

O triste quando o olhar não é retribuído. ;/
Linda palavras.

Beijos

Erica Ferro disse... Responder

Ah, esses amores que a gente quer dure pra sempre e além do pra sempre, mas que não duram e roubam a paz da gente ♥!


Sacudindo Palavras

Ingrid disse... Responder

Aahh que lindo, que dor!

Srta Laís disse... Responder

Compreendo perfeitamente... e dói.

Luzia Trindade disse... Responder

Que post mais lindo!

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.