Da saudade

Essa noite eu sonhei com você e acordei com saudade de ser dois, de ser mais. Porque éramos tanto quando éramos nós, éramos mais que um par: éramos um só. Amanheci com o desejo de te dizer, que todos os dias tem um pensamento meu dedicado a você. E, que embora eu saiba que não estamos destinados a ficar juntos, e entenda que certas coisas não foram feitas para darem certo, me parece tão errado estarmos separados. Eu sei - e você também sabe - que sempre foi você, que ainda é e talvez seja pra sempre você, seja lá quanto tempo isso traduza. Eu não sei bem o que é que isso tudo significa, mas se eu puder te dizer que eu ainda te amo, como é que a gente fica? 


5 comentários:

Fernanda Fraga disse... Responder

Meu Deus perfeito!

Pequena disse... Responder

O que dizer? Sensível.
É incrível sua capacidade de traduzir o que a gente sente. Como é que fica? Dói muito saber, que alguns amores, ainda que tão bonitos, não foram feitos para durar. E como não sentir saudade de um durante tão bonito?
Não sei. É respostas que eu não tenho, mas que ainda espero chegar.

Talita S. disse... Responder

Deu vontade de chorar, de tão lindo!

Ingrid disse... Responder

Lacrimejei Gabi! E então, será que devemos falar ?

Dani Aguiar disse... Responder

Também traduziu meus sentimentos, Gabi!

Lindo!

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.