Será.


Eu queria ouvir a sua versão da história, ver sob o seu ângulo e saber como seria a sua narrativa sobre nós, sobre o que ficou e se ficou. Eu queria me certificar de que tem um dedo meu no que você é hoje; e saber se você tem algum pensamento semanal, casual ou banal dedicado a mim. Tem tanta coisa que eu gostaria de saber e nem sei o porquê.  

Será que você ainda procura saber de mim? Será que me lê, vê minhas fotos, me vê por aí? Será que você sabe que fui viajar nas férias, que tive um romance curto, que vou publicar um livro? Será que você sabe que não trabalho mais no mesmo lugar, que prefiro minha cama a uma balada e que continuo não gostando de beber? Será que sabe que ainda moro no mesmo lugar, que entrei na academia e que comecei a terapia?  

Será que vai ser para sempre assim, eu fingindo que acredito que não sinto?


2 comentários:

Flor disse... Responder

tem gente que vai embora, mas da um jeito de permanecer...

Dani Aguiar disse... Responder

Deus do céu... que texto lindo! *-*

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.