Envelheço na Cidade


Se eu te encontrasse, eu não diria nenhuma dessas coisas que as pessoas dizem em datas como a de hoje. Eu falaria amenidades: sobre o tempo, o endereço e os amigos em comum. Não diria nada que denunciasse o meu desejo de ficar um pouco mais, mas falaria qualquer outra coisa que fizesse com que seus olhos demorassem nos meus. 

Então, eu te lembraria de alguma história nossa, qualquer bobagem quase adolescente que te fizesse rir; e te deixaria saber que eu me lembro de tudo e, mais que isso, sinto falta. Se eu te encontrasse, eu não perderia tempo com formalidades e desejos clichês para o seu ano novo. Se vale de algo, o meu presente seria te deixa saber, que por você eu faria tudo de novo. 











Nota: "Envelheço na Cidade" faz referência à música do grupo Ira!

6 comentários:

Nina disse... Responder

Adorei a sua escrita, leve e muito cativante. Parabéns!

Love, Nina.
http://ninaeuma.blogspot.com/

Poeta da Colina disse... Responder

Quem somos hoje é que faz valer todo passado.

Anônimo disse... Responder

Como sempre, um belo texto Gabi, parabéns! =]
Tell

Thaisa Schelles disse... Responder

Como sempre lindo. "Por você eu faria tudo de novo", o amor sempre pede mais.

Beijos

Camilla ♥ disse... Responder

Seu texto me lembrou das risadas que eu dou com alguns adolescentes no busão, voltando da escola UHAHAH

Beijos! http://sugar-dance.org/blog

Pluma Travesseiro disse... Responder

Gostamos muito de seu blog!

Deixe um comentário

Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer

^
Segredos de Travesseiro © 2012 | Layout por Kakau com Limão | Ilustração por Desi.